Pular para o conteúdo principal

Detalhes de acordo nos trens em NY


O MediaPost publicou na semana passada um artigo falando sobre alguns acordos de mídia DOOH envolvendo autoridades de trânsito e grandes empresas de mídia.

O artigo menciona um piloto entre a Titan Worldwide e a Long Island Railroad (operada pelo Metropolitan Transportation Authority - MTA) e sugere que essa foi uma forma do MTA aumentar sua receita. Outra ação citada e realizada pelo MTA foi oferecer o direito de uso de nome (naming rights) para uma de suas estações, contrato no valor de USD$4 milhões com o Barclays bank para uma estação no Brooklyn.

Mais interessante ainda são os detalhes do acordo em outra linha (operada por outra entidade, o Port Authority) para o sistema chamado PATHVision.

Nesse acordo a NBC Universal (NBCU) subcontratou os direitos de explorar o PATHVision da JCDecaux, que por sua vez tem o contrato com o Port Authority.

A NCBU se compromete a um pagamento mínimo anual para a JCDecaux ou 10% da receita, o que for maior. Ao longo dos 13 anos de contrato o mínimo a ser pago é de USD$1,5 milhões podendo chegar a USD$4 milhões ou mais.

No primeiro ano a JCDecaux fica somente com os 10%. No segundo ano recebe um mínimo de $100 mil ou 10%, chegando a um mínimo anual de $500 mil (ou 10%).

O sistema está inicialmente instalado nas plataformas e deve ser instalado dentro dos vagões até o final do ano. Entre os anunciantes estão portais de conteúdo e Hotéis como o Hilton. O projeto envolve cerca de 3000 telas (como comparação, a "brazuca" TV Minuto tem cerca de 5000....) e impactam uma audiência de 6,3 milhões de passageiros por mês.

A NBCU tem sistemas instalados em táxis, academias e supermercados.

É interessante ver a JCDecaux subcontratar parte do negócio para a NBCU e ver que há algumas garantias elevadas envolvidas, na casa dos milhões de USD$. Esse tipo de garantia, com pagamentos mínimos, tem tirado muitos empreendedores pequenos do ramo, mesmo que possa funcionar em determinadas situações.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fim de Festa nas Empresas de Tecnologia Publicitária (AdTech)! A Nova Década Será Marcada por Privacidade e Liderança da Mídia Exterior!

(Créditos foto inc.com)
31 de dezembro de 2019 marcou o final de uma década e de uma era na publicidade digital.
Presenciamos nesses anos passados o sucesso exponencial de tecnologias web para publicidade com base em cookies. A tecnologia permitiu a coleta de dados em massa e a criação de perfis baseados em comportamento e interesses para otimizar o direcionamento de conteúdo servido a cada usuário, mas através de métodos que ignoram sistematicamente a privacidade.
Segundo o Tecnoblog, cookies “são pequenas informações que os sites enviam aos navegadores dos usuários para guardar preferências e dados de login”. Enquanto que “cookies de terceiros” são “cookies que não foram enviados pelo site que você está acessando. Um exemplo clássico é o dos banners de publicidade: o código do anúncio normalmente fica hospedado em outro servidor e, além de exibir a propaganda, envia cookies para rastrear o usuário. Sabendo quais sites a pessoa visita com frequência, é possível descobrir seus interesse…

Digital out of Home a Primer: Marco na indústria DOOH e aproximação com métricas online.

Digital Out of Home a Primer - Seção 1 - Introdução e Fundamentos

Em abril do ano passado noticiamos a produção do DOOH Primer, documento elaborado pelas principais associações e entidades do setor de OOH nos Estados Unidos e nossa intenção em produzir uma versão em português do documento.

O documento consolida os entendimentos mais atualizados globalmente sobre mídia exterior e o Digital Out of Home. Um setor que está em franca transformação digital com aumento significativo de sua relevância como meio de comunicação.

Em resumidas palavras, o Primer é o documento indispensável para agências, compradores de mídia e operadores de rede que atuam no mercado DOOH.

Está disponível para download mediante cadastro simples:

https://www.brasooh.com.br/primer-dooh