Pular para o conteúdo principal

Benefícios do Mobile Marketing com DOOH

Com quase 150 milhões de celulares no Brasil, a integração DOOH / Mobile Marketing pode ser uma excelente proposta para atingir dois importantes ítens discutidos em postagens anteriores: interatividade e medição.

Como resultado, atingimos maior engajamento do "espectador" e também maior relevância para o público, para o local hospedeiro e para anunciantes (sempre nessa ordem!). Além disso, há uma outra questão, pouco mencionada, que diz respeito a conteúdo gerado pelo usuário (User Generated Content em inglês). Em uma postagem futura falaremos um pouco mais sobre a importância de trabalhar o conteúdo especificamente para essa nova e revolucionária mídia.

De maneira muito símples o Mobile Marketing se dá pela utilização de duas tecnologias disponíveis em nossos celulares, cada uma oferecendo uma infinidade de possíveis aplicações, que dependem exclusivamente das mentes criativas por trás das ações. Vamos a elas:

Integração através de SMS:
Atualmente 99% de todos os celulares no Brasil tem capacidade para envio e recebimento de SMS. Isso torna essa opção a mais óbvia a ser considerada. Em todas as aplicações abaixo, o sistema que recebe e processa as mensagens de SMS também retém o número de quem enviou a mensagem. Essa informação pode vir a constituir uma base de dados para outras ações diretas de mobile marketing (desde que seja respeitada a privacidade de quem enviou a mensagem, caso contrário facilmente o tiro sai pela culatra). Vejamos três aplicações básicas:

1) Serviço de informações: Uma mensagem aparece na tela, indicando um número de SMS e um texto padrão a ser enviado. Quando o sistema de SMS recebe a mensagem, ele responde com alguma resposta padrão. Por exemplo:

2) Votação: Uma mensagem aparece na tela oferecendo opções de resposta, por exemplo, (a), (b) ou (c). A mensagem é enviada indicando qual a opção correta ou escolhida. O sistema contabiliza as respostas e vai exibindo os resultados a medida que as pessoas enviam sua opção.

3) Chat: De maneira semelhante a votação, uma mensagem na tela convida ao envio de um texto. Esse texto pode ser filtrado por algum sistema automático ou por um moderador e depois aparece na tela. Os temas podem ser diversos. Na foto abaixo temos um exemplo do bar Conversa Fiada que opera SMS integrado a comunicação nas telas desde 2007. O projeto foi desenvolvida pela Ya Mogu. Muitas das mensagens tipicamente são de azaração. O mais interessante aqui é a questão do conteúdo gerado pelo usuário. Ou seja, o público define o teor e o tom das mensagens e portanto o conteúdo é intimamente ligado ao perfil do público, sendo, portanto, relevante para ele.

Integração através de Bluetooth:Cada vez mais celulares tem a capacidade de comunicação por Bluetooth, a base instalada hoje é de cerca de 40% e vem crescendo. A preocupação com alguns aspectos de segurança e até mesmo uma falta de compreensão do usuário em como utilizar o Bluetooth tem feito essa opção de interesse um pouco mais restrito, mas surtindo impacto particularmente no público até 35 anos e nas classes sociais mais afluentes.

O conceito aqui é o de "marketing de proximidade", ou seja, o de enviar algum tipo de conteúdo, seja uma imagem, vídeo ou mesmo um pequeno aplicativo relevante a área onde o sistema está instalado.

Na prática, é necessário instalar uma antena Bluetooth para que a transmissão ocorra. Tipicamente essa antena fica instalada em um PC. Por esse motivo, já havendo um PC no local, a integração desse sistema com uma comunicação em telas oferece uma boa economia de escala na implantação e adiciona valor a proposta. Em alguns casos, esse sistema é montado em um totem e utiliza áudio direcional, para maximizar o impacto da ação promocional.

Recentemente vi um belo projeto feito pelo pessoal da M+I comunicação, onde você escolhe com a câmera do celular qual a informação que deseja e recebe por Bluetooth a informação correspondente .

Seja como for, as projeções para o mercado são muito interessantes. Uma matéria diz que em 2007 aproximadamente 5% das instalações de Digital Signage já utilizavam integração com SMS. Esse número deve aumentar para 40% até 2012.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os segredos do sucesso dos Digital Menuboards

Por que todas as principais redes de alimentação, grandes ou pequenas, tem adotado os Digital Menuboards?  As tecnologias de Digital Signage  são um tempero certeiro no varejo da alimentação. Ver um cheeseburger perfeitamente preparado em uma TV nos fará salivar mesmo que estejamos no sofa de casa distante de um restaurante. Marketing e publicidade digitais tem a capacidade de potencializar o apelo de produtos e serviços. Apelo que ganha ainda mais força quando atuamos no ponto de venda onde o cliente toma sua decisão. Elementos visuais criam estímulos tão poderosos quanto os olfativos na sensação de fome de seus clientes. A lógica é simples: "Se sua comida se apresenta bonita, ela também deve ser saborosa." Redução de espera e agilidade nos pedidos. Seja em lanchonetes, fast-food ou restaurantes gourmet, sempre há momentos de espera. No caso das lanchonetes e fast foods essa espera ocorre na área das filas e onde se conta visualmente com o digital menuboard, enquan

Elemidia eleva o nível da discussão sobre métrica no Brasil

Ontem foi divulgado o resultado da auditoria da PricewaterhouseCoopers sobre o sistema de publicação da Elemídia . Esse é um importante passo não somente para a Elemidia como para toda a nossa indústria, ao elevar a discussão da métrica e confiabilidade dos sistemas de DOOH (Digital Out-of-Home). Ainda hoje algumas das principais empresas no segmento são sujeitas a fornecer "foto checking" ou outros métodos herdados de outros meios para comprovar a veiculação. Com a chancela de uma auditoria e toda a divulgação da Elemidia, elevamos a discussão junto aos anunciantes ao promover a credibilidade dos relatórios de exibição e torná-los o documento padrão . O efeito no médio-longo prazo será que os grandes compradores de mídia passarão a exigir esse nível de credibilidade de todos operadores de redes de mídia DOOH. Empresas como a Accent Health operam 12 mil clínicas no exterior. A Neo Advertising tem em torno de 150 mil telas na Europa e EUA. Imagine se houvesse a neces

JCDecaux em Heathrow e as telas sequenciais

Recentemente escrevi a respeito da pesquisa EyeTracker realizada pela JCDecaux . Embasado nesses resultados, instalaram um projeto no Terminal 5 do aeroporto internacional de Londres (Heathrow) denominado "The Runway". O terminal é conhecido por ser praticamente um shopping de luxo, exibindo marcas como Prada, Bulgari e Tiffany . As 40 telas foram posicionadas no teto e colocadas na vertical. A inovação fica por conta das telas sequenciais, que segundo a pesquisa permite a melhor assimilação das mensagens. O conteúdo será vendido em campanhas de 2 semanas e voltadas para as marcas de luxo como moda, perfumes, joías, viagens de luxo entre outros. Segue o texto em inglês ( o termo saccadic diz respeito exatamente a essa forma de movimentação rápida dos olhos ): Eyetracker – sequential viewing research A key finding is that people on the move look around in a non-linear way, with their eyes flicking back and forth from the middle distance as they search for and are attr